O que eu sou vs o que eu vejo

É fácil falar para as mulheres abandonarem os padrões de beleza impostos pela sociedade e aceitarem seus próprios corpos porque são lindas de qualquer jeito. Sinceramente, isso sempre me soou como mais uma cagação de regras.

A sociedade quer que você seja magra, a mulherada quer que você simplesmente se ame como se fosse a tarefa mais fácil do mundo. Vou contar uma coisa pra você.  Nunca me achei bonita, tenho problemas com meu corpo desde os 17 anos quando comecei a ter bulimia. No colégio eu já era magra e mesmo assim passei um mês tomando água e comendo uma torradinha pra não desmaiar. O resultado foi ouvir de um amigo que estava ficando “chupada”, que diferente do que eu achava não estava bonita muito menos atraente. 

Continue Reading