Coffin Hill: Crimes e Bruxarias vol 1 floresta da noite

coffin-hill-vol-1

Quando vi a capa desse quadrinho, sabia logo de cara que ia gostar. Desde o estilo de desenho até a história (sério, as artes do quadrinho são incríveis). Em um primeiro momento Coffin Hill pode parecer um conto adolescente, e no começo da história é o que mostra, a protagonista Eve Coffin, bancando a “revoltadinha”. Uma típica adolescente problemática com uma queda pelo ocultismo, e que acabou flertando com o lado errado, despertando poderes ocultos de nossa realidade.

Mas a história passa rapidamente por esse período e ela cresce, é aí que a coisa toda começa a ficar interessante. Coffin Hill é uma obra de horror que explora o que as pessoas vão fazer, como lidam com poder e coloca em discussão a futilidade que é fugir do passado.

coffin-hill

Apesar de Eve ser a herdeira de uma das mais ricas famílias da Nova Inglaterra, seus ascendentes não vieram no Mayflower, famoso navio que trouxe os peregrinos. Eles são bruxos e suas profundas raízes remetem à cidade de Salem.

A história toma forma quando crianças começam a desaparecer, exatamente como aconteceu quando ela e seus amigos libertaram forças misteriosas na floresta de Coffin Hill, Eve é mais uma vez atraída para a casa que havia abandonado, e para um horror que jamais deixará sua mente. Agora, o único jeito de impedir as trevas é deixar que sua própria escuridão tome conta.

A HQ é criação da romancista Caitlin Kittredge, que teve o interesse por quadrinhos despertado, na faculdade ao ler Sadman. Para ela os editores estão buscando diversidade, indo atrás de todos os tipos de pessoas para escrever e desenhar para eles. “Tem havido um enorme afluxo de talento no campo nos últimos dez anos. Nunca houve um melhor momento para trabalhar em quadrinhos”. Afirmou a autora em entrevista ao blog da DC Comics.

coffin-hill-vol

O primeiro arco é muito sobre Eve em conflito consigo mesma. No final da primeira edição ela volta para sua cidade natal. É o local de seu maior erro, de seu maior arrependimento; é o local de todos os problemas que ela pensou ter deixado para trás com seus segredos de família. Ela realmente apenas tenta, mas não pode escapar disso. Tem que enfrentá-lo e, basicamente, arrastá-lo para a luz do dia porque essa é a única maneira de exorcizar um segredo; trazê-lo à vida. Ela não está realmente certa do que aconteceu naquela noite na floresta, tem suas próprias memórias e outras pessoas que estavam lá têm as suas memórias. E assim, descobrir o que realmente aconteceu, vai ser o que lhe permite tentar colocar esses segredos para descansar.

coffin-580x326

A primeira edição foi publicada pela Editora Panini, que informou não ter previsão para uma continuidade da saga.

  • Encadernado
  • 17 x 26 cm
  • 172 páginas
  • Papel LWC
  • Capa Cartão
  • Lombada Quadrada
  • R$ 22,90

editora-panini-580x846

Continue Reading

Orphan Black a série que você vai amar

orphan-black

Se você ainda não conhece essa série, precisa MESMO conhecer. Orphan Black já está na minha lista de séries favoritas bem ao lado de TWD, Vikings, Demolidor e Jessica Jones.

Confesso que quando um amigo meu Felipe, me indicou a série falando que era sobre clones, fiquei com certo receio, mas assim que comecei a assistir foi impossível parar. A série da BBC America já tem 4 temporadas, em menos de um mês assistindo já cheguei na última o que quer dizer que…

    1. Tenho muito tempo livre
    2. Sou uma pessoa muito desocupada
    3. A série é sensacional

Tatiana Maslany, a estrela. Ela é, acredite, interpreta só na primeira temporada 7 personagens. Confesso que antes da série eu não a conhecia, mas sua atuação não deixa nadinha a desejar, muito pelo contrário. Cada personagem tem suas particularidades e é bem diferente do outro apesar de serem clones, sim você leu direito, clones.

Pra você entender melhor a primeira temporada possui 10 episódios e teve início em 2013. A história começa com Sarah Manning, uma órfã britânica com um histórico de delitos criminais, presenciando o suicídio de uma desconhecida com a aparência idêntica à sua, depois disso ela resolve assumir sua identidade tornando-se a detetive Elizabeth Childs. As intenções iniciais de Sarah eram simplesmente tomar posse do dinheiro contido na conta bancária de Childs e usá-lo para começar uma nova vida com seu irmão adotivo Felix Dawkins (grave esse nome ele é um personagem fundamental na trama) e sua filha de 7 anos, Kira. Sarah usa a morte de Beth para despistar seu ex-namorado, um traficante de drogas chamado Victor, assumindo a identidade da policial e, consequentemente, acaba se envolvendo em uma conspiração envolvendo clonagem humana. Sarah então tem de ao mesmo tempo impedir que a polícia descubra sua identidade verdadeira e ajudar suas recém-descobertas irmãs clones a descobrir sua verdadeira origem, além de se proteger de um grupo de fanáticos religiosos que desejam destruí-las.

tatiana-maslany

Apesar da história louca, a série é bem intensa e muito envolvente, ela faz a gente refletir sobre conflitos éticos e religiosos. Além de aguçar nossa imaginação sobre a parte científica.

As cenas onde as personagens coexistem são tão bem feitas que nem percebemos a bruxaria de Hollywood com toda computação gráfica. Mas não é tudo feito no computador não, longe disso! Cada cena de clones é filmada quatro vezes.Uma cena com dois clones é filmada uma primeira vez, com a atriz Tatiana Maslany e uma dublê interpretando, cada uma, um personagem. Em seguida, Tatiana faz a mesma cena sozinha, conversando com um ponto na parede e repetindo os mesmos movimentos nos tempos exatos.

AQUI VAI UM GOSTINHO SOBRE AS PERSONAGENS PRINCIPAIS:

  1. Cosima Niehaus

cosima-niehaus

Sério gente, apesar de todas as personagens terem o mesmo fuço eu tenho crush na personalidade da Cosima. Descontraída, lésbica assumida, cientista e nerd. Encanta os corações dos fãs com seu humor inteligente e sua implacável necessidade de cuidar de suas irmãs recém-descobertas.

  1. Helena

helena

Meu caso com essa personagem é de amor e ódio. Você vai odiá-la com todas as forças da sua alma no começo da série e depois amá-la na mesma proporção. Helena tem sido parte de algumas das cenas mais violentas do show, e matou várias de suas “sestras” no passado, mas é uma pessoa atraente que está na linha entre o bem e o mal.

      3. Alison Hendrix

alison-hendrix

Ela pode ser bem irritante e subestimada no começo, mas vai te impressionar no decorrer das temporadas. Ela parece saída direto de Desperate Housewives, com seus dramas familiares, tentando levar uma vida aparentemente normal, mesmo estando no meio de tanta loucura.

Bem essas são só algumas das clones que vão aparecer na série. Mas já dá pra ter uma ideia do que vem por aí.

sisters

Continue Reading