Carta aberta aos crushs da minha vida

Esse ano me trouxe muitos amores e desilusões todos na mesma proporção. A passagem de cada um deles me proporcionou dores e delícias das quais não posso me arrepender. Afinal de contas, é o que eu sempre digo, sentir alguma coisa é melhor do que não sentir nada. Fui de peito aberto, inteira, mergulhei de cabeça e ainda consigo sentir em mim fragmentos e estilhaços de cada uma dessas paixões.

Assim como me despeço desse ano, resolvi deixar pra trás e me despedir de vocês os @ que tanto maltrataram meu coração.

Continue Reading

Ter depressão vai além de estar deprimido(a)

Depressão, pessoa deprimida

A depressão te suga, leva momentaneamente de você aquilo que é mais alegre. Ela transforma o rolê com os amigos em uma obrigação e na maioria das vezes te rouba os momentos que poderiam ser felizes. Ela é sorrateira, silenciosa e afiada. Te atropela e vc nem consegue anotar a placa.  Ela molesta a sanidade, transforma a solidão em desespero e te faz tomar decisões estúpidas que na maioria das vezes vão te prejudicar.

A depressão são todas as feridas supurando. É aquele “cola aqui”, despretensioso gritando silenciosamente socorro. E é assim, em meio à distúrbios alimentares e desilusões existenciais, que comecei a me questionar: por que essa tristeza não passa?

Continue Reading

Gypsy a série da Netflix que vai mexer com a sua cabeça

Quando comecei a assistir Gypsy, não esperava que a série da Netflix fosse ter um impacto tão grande em mim. Como diz um amigo meu “é de cagar o chão de cérebro”. Pra você entender melhor, Jean Halloway uma psicóloga que tem aparentemente todos os ingredientes para ser feliz. Ela possui uma carreira notável na cidade de Nova York, uma espaçosa casa nos subúrbios de Connecticut, uma filha e um marido interessante e interessado, no caso, o advogado charmoso Michael Halloway. Contudo, ela adota um comportamento controverso que pode lhe custar caro.

Com 10 episódios de uma hora de duração, a série acompanha a psicóloga que ganha vida ao ser interpretada por Naomi Watts, atriz duas vezes indicada ao Oscar. Embora tendo jurado ser o porto seguro confiável de seus pacientes e jamais quebrar a ética profissional, Jean quebra essa promessa e ultrapassa todos os limites imagináveis se envolvendo com pessoas que fazem parte da vida de seus pacientes.

A série começa devagar e os primeiros episódios podem parecer massantes, mas ao prosseguir você vai se ver envolvido no drama da psicóloga que joga-se em fantasias perigosas e corre o risco de afundar em uma crise de identidade.

Continue Reading

Minha experiência com o Sarahah

Sarahah aplicativo saudita

Hoje eu vim aqui falar do aplicativo Sarahah, que se tornou uma febre há uns meses.  A plataforma que permite comentários anônimos foi criada pelo saudita Zain al-Abidin Tawfiq e era usada no ambiente corporativo (o que já acho bastante perigoso).

Como boa heavy user de redes sociais, baixei pra ver qual era sem grandes expectativas. Já havia usado apps similares como Formspring (a primeira plataforma do gênero lançada em 2009) e Aks.me. Que na minha opinião eram bem melhores por permitirem comentários anônimos, identificados e respostas.

Continue Reading

Corpos um quadrinho da Vertigo

Sempre gostei muito das histórias da Vertigo, pelo fato de ser algo feito para adultos. Corpos me chamou muito atenção pela capa, que depois de ler deixou de ser minha preferida perdendo pra capa alternativa.

A história será dividida em 4 partes, o escritor Si Spencer pretende amarrar todos acontecimentos de acordo com andamento da minissérie. O quadrinho mostra 4 investigadores em linhas temporais diferentes e nos faz viajar entre 890, 1940,2014 e 2050.

O roteiro mistura, sci-fi, sexismo, política, mistério e comédia. O legal é notar como a pesquisa de Spencer foi bastante incisiva,  pois ele vai aborda coisas bem interessantes dentro de sua narrativa, passando por acontecimentos históricos como Jack Estripador, sobre a era da ciência, tocar em casos como o racismo e a extrema direta e nos brindar com um cenário pós apocalíptico. Ele convidou 4 artistas diferentes e os presenteou com um detetive, assim ele consegue dar uma identidade visual para cada período que ele vai abordar na revista.

Continue Reading

Minha primeira consulta com uma taróloga

taróloga

Sempre tive curiosidade em ir a uma taróloga. Conheci a Mayara Tavares através de uma amiga que super recomendou o trabalho dela. Nesses dias senti muito fortemente que precisava de um direcionamento sobre algumas vertentes bem importantes da minha vida, principalmente no que diz respeito ao meu trabalho e a vida afetiva.

O tarô é considerado um oráculo milenar  e está entre os mais populares do mundo. O baralho é composto por 78 cartas. Ninguém sabe exatamente como surgiu, mas existem registros guardados em museus ou com colecionadores são do século 14 e originários do norte da Itália.

Continue Reading

Desabafo sincero

[Você pode ler esse texto ao som de Esteban Tavares – Sobre você

Sabe, tenho focado minhas energias em atrações platônicas pra ignorar o fato de que não falo mais com você. Porque cada vez que eu recordo nossa última conversa, sinto vontade de chorar. Prometemos nunca mais nos distanciar, eu prometi.

Prometi que nunca desistiria de nós, mesmo com sua falta de tempo, mesmo com seu desamor. Porque eu sabia que precisávamos um do outro. E em tantos anos te carregando como uma lembrança, me dói saber que de novo você faz parte do meu passado.

Continue Reading

Levi Trindade fala sobre mudanças no Universo Marvel

Depois que a Marvel Comics passou a zerar os quadrinhos de dois em dois anos, ficou mais difícil para os leitores casuais acompanhar a cronologia dos encadernados. Para ajudar, a editora passou a imprimir nesses volumes um guia de leitura, pra facilitar a vida do público.

Confesso que não curti muito pegar a mensal do Demolidor e simplesmente não entender nada sobre a história que eu estava acompanhando assiduamente, porque apesar de estar “começando de novo” a numeração ainda era uma sequência, isso me deixou num primeiro momento confusa.

Tendo em vista toda essa mudança, bati um papo com o mito Levi Trindade, que é editor na Panini Comics há mais de cinco anos, tendo trabalhado na editora Mythos, pra entender como essa novidade impacta os títulos e a vida do leitor. 

Continue Reading