O dia em que meu coração fez as pazes com o amor

Por toda nossa vida, continuamos procurando a pessoa perfeita para se apaixonar. A única pessoa que se tornará nosso refúgio, nosso parceiro para a vida, nossa alma gêmea. E muitas vezes, parece que não encontramos sorte quando nos colocamos lá fora, tão desesperados para nos apaixonarmos. Pode parecer que o destino tem outros planos para nós. E isso fará com que nos apaixonemos quando for a hora certa, nos lugares mais improváveis ​​e nas horas mais estranhas. Mas quando isso acontece, a sensação é de que o sentimento é de fora deste mundo. Precisamos manter nossa fé no amor e acreditar no que o destino tem reservado para nós.

Todo relacionamento tem uma história, mas o nosso era puro destino. As pessoas dizem que os opostos se atraem, mas esse não foi o caso aqui. Eu encontrei a versão masculina de mim mesma que compartilha muitos dos meus interesses. E diferente de alguns casos não foi preciso um milhão de encontros para eu saber que Ele era a pessoa certa. 

Continue Reading

Você só precisa de um pouco de paciência e inspiração para continuar procurando o amor

[Você pode ler este texto ao som de Desejo – Frejat]

Ame. Nada sobre isso é lógico. Nada sobre isso faz algum sentido. Mas, ao mesmo tempo, a única coisa que você pode entender é como você se sente em relação a essa pessoa. É alguém por quem você faz qualquer coisa. O amor vem sem regras ou quaisquer orientações a seguir, porque uma vez que você se entrega, tudo está fora de seu controle.

Ted Mosby disse em How I Met Your Mother: “Se você não está com medo, então você não está tendo uma chance. Se você não está tendo uma chance, então o que diabos você está fazendo, afinal? ”. É sobre isso que se trata o amor, deixar as reservas, a bagagem de outras dores para trás e se dar uma chance. Somos tão autocríticos às vezes. Temos a tendência de deixar nossas decepções nos subjugar e destruir nossa autoconfiança. Com o passar dos anos, perdemos nossa crença no poder desse sentimento tão lindo.

Continue Reading

“OBRIGADA”

Por estragar todos os outros beijos…

Tentei desfrutar da liberdade do não pertencer. Estava ávida para sentir algo além de você. Acontece que meu corpo tem rejeitado outros toques, outros sabores, como quem expurga um vírus.

Um beijo numa boca conhecida e nada, nem uma faísca, nem um tesãozinho de leve, era só uma boca sem graça, sem sabor.

Sentada ao lado de outro lembrei da suas “cheganças”, de manhã, de tarde, de madrugada, meu coração disparou e me doeu o peito, estava ansiosa, inquieta, sem ar. Mas não era você que estava ali comigo, então eu corri pra longe, não consegui permanecer ali.

Continue Reading

Sobre ser a segunda opção de alguém

Quando adolescente me apaixonei perdidamente, gostava do papo, dos olhos verdes, do sorriso que eu pensava ser sincero. Mas eu não era a única, e saber disso me deixou em pedaços. Como abrir não de algo que parecia tão certo?

Me afastei…

Anos mais tarde nossos caminhos se cruzaram, e novamente eu não era a única, mas ele tbm não era. Fui tragada por uma relação doentia de mentiras, desconfianças, onde eu, era mera espectadora. Foram nove anos supurando as feridas, as mentiras. Sendo preterida, quando na verdade eu sabia, era boa demais pra ele.

Mas nos reencontramos e mesmo sem “ela” entre nós, mesmo perdoando e dando todas as chances, eu não era a primeira escolha, nunca fui. Foi então que entendi: nunca ia ser. 

Levaram quase dez anos pra eu entender racionalmente que merecia mais do que um homem pela metade, que sou boa demais e mereço ser amada de corpo e alma.  Eu me curei daqueles olhos verdes, sem imaginar que me perderia em outro sorriso, um sorriso que compartilho com outra. Que mergulhei num abraço, que não envolve só o meu corpo. Me deixando acreditar que seu pensamento só te leva pra mim.  Como me afastar te querendo tão perto e te sentindo tão meu? Foi preciso 10 anos pra me libertar de uma prisão, e um beijo pra me lançar em outra.

Continue Reading

Um bom encontro é de nós dois

Eu não estava preparada pra esse turbilhão de sentimentos avassaladores que  despertou em mim. Foi como ser atropelada e não conseguir anotar a placa. Todas aquelas canções fazendo sentindo tão de repente. Presa nos clichês que sempre debochei.

Eu não tinha nenhuma intenção de te trazer pro meu mundo, ou de querer fazer parte do seu, “é só uma aventura”, repeti inúmeras vezes para mim mesma, tentando me convencer de que seu tempo na minha vida tinha prazo de validade. Mas a conversa era tão honesta, que podia revelar meus desejos mais sombrios e pra você tudo bem.  Você me mostrou seu lado “fora da curva”, e te aceitei por completo.

Continue Reading

O verdadeiro significado de ficar “na margem”

[Você pode ler esse texto ao som de Alessia Cara – Here]

Esses dias aprendi um termo interessante, “ficar na margem”, basicamente é quando a pessoa cria barreiras entre si e os outros em um esforço para evitar a intimidade emocional. Não é preciso um sexto sentido para intuir que, se uma pessoa está em um relacionamento (independente do momento ruim ou do quanto ela expressa o quanto deseja terminar), ela não estará emocionalmente disponível.

Já falei aqui em outro texto sobre se envolver com pessoas indisponíveis, mas de onde vem a incapacidade de comprometer? Por que às vezes fugimos antes da possibilidade de iniciar um relacionamento estável? Pode ser o  medo do abandono ou invasão que escondem esse problema.

O medo do compromisso é nada menos que o medo do que o amor implica, o desafio que nos impõe. Geralmente, se a mulher reclama de falta de compromisso, o homem protesta porque se sente pressionado. Essa queixa sobre a falta de envolvimento se deve, na maioria dos casos, ao medo do abandono. E a resistência à rendição responde, em geral, ao medo de ser invadido.

Continue Reading

Você não é louca ou carente por exigir respeito próprio

Por alguma razão, eu costumava ter a impressão de que o oposto do frio é agir de maneira louca. Por que não posso ser uma garota normal com padrões? Minha crença errada no passado era que não importava como um cara me tratasse, se não estivéssemos em um relacionamento “oficial”, minha raiva não se justificava. “Eu quero dizer que ele passou por cima de mim, mas não estamos juntos, então eu não quero que ele pense que sou louca.”

Você não tem que ligar para ele 10 vezes seguidas para dizer a ele como as atitudes dele são uma merda. Pode ser tão simples como “não aprecio quando as pessoas não respeitam o meu tempo”. Se você não diz nada e só está disponível para ele quando ele está de bom humor, você está enviando a mensagem de que ele pode se safar disso. A principal lição aqui é parar de se importar com o que ele pensa.

Quem se importa com o pensamento do cara a seu respeito ou o que diz para os amigos sobre você? O que importa mais é você conhecer a verdade. A maior parte do tempo, “ela se apegou demais” é apenas um código para “eu não poderia me safar como eu queria”. Bem, se isso é ser “louca”, eu prefiro ser louca do que um capacho.

“A verdade é que ele não estava agindo assim porque ele é uma pessoa ruim que estava intencionalmente tentando me machucar”. Essas são algumas das coisas que normalmente a gente se diz quando quer se enganar. Existem maneiras do boy falar de forma direta sem brincar com seus sentimentos o que ele espera de vocês.

Continue Reading

Muitas vezes escolhemos pessoas que têm problemas de comprometimento porque temos problemas de comprometimento

decepção

Esses dias tenho conversado muito com diferentes amigas que sempre acabam se decepcionando com um boy, seja ele por não querer algo mais profundo ou porque é comprometido. Depois de uma série de decepções nos meus dois anos de solteirice, não tive escolha a não ser examinar minha própria situação e o papel que estava desempenhando em tudo isso. Foi aí que comecei a notar um padrão. Eu conheci um cara, nós nos demos bem e apenas quando eu comecei a sentir que podia confiar nele, ele se mostrava problemático e indisponível.

Eu então me culpava por ser estúpida o suficiente para experimentar emoções humanas. De verdade, o que eu estava pensando?! Uma vez que descobri porque os escolhia, toda a minha perspectiva mudou. Percebi que a única vez em que queria compromisso de um cara era quando ele mostrava sinais de desleixo ou indisponibilidade emocional.

Em outras palavras, eu só queria quando sabia que no fundo não conseguiria. Costumava desconsiderar isso como “casos inevitáveis”, até que percebi que era porque eu também sou aquela que está emocionalmente indisponível. Toda vez que alguém queria um comprometimento, me apavorei.

Nesses últimos anos, todos os caras com o qual me relacionei deram algum tipo de aviso sobre “apenas sair de um relacionamento” ou “não procurar por nada sério” ou “apenas se concentrar em sua carreira”. Eu iria ignorar essa bandeira vermelha gigante e depois me repreender por fazer algo para afastá-lo quando subconscientemente, eu o escolhi porque eu sabia que ele acabaria fazendo isso.

Continue Reading

Porque eu ainda acredito no amor e em homens fiéis

Ler sobre a traição que a Koko (Khloe Kardashian) sofreu, me deixou bastante desapontada. Não por ela ser famosa e aparentar sempre ter o relacionamento perfeito, mas por ela ser mulher e como mulher eu me simpatizo. Não vou falar aqui sobre os vários motivos que levam as pessoas a trair, afinal, cada um com a sua verdade,

Mas esse fato desencadeou uma reação em massa num grupo de amigas, todas bem descontentes e desiludidas com o amor, também, não posso culpá-las. Mas lá no fundo, beeem no fundooo, no fundinho do fundinho, eu quero acreditar. Homens infiéis continuam fazendo as notícias porque são famosos e todo mundo gosta de assistir a um acidente de trem. Em contraste, há poucas histórias sobre homens que não traem suas esposas e trabalham duro em seus casamentos. Talvez as histórias sobre homens fiéis não tenham o sabor picante que a mídia está tão viciada. Mas se fosse só isso minhas amigas não se sentiriam tão desacreditadas, ouvimos histórias de homens comuns, cujo relacionamento parece ótimo e isso não os impedem de ser infiéis.

A fidelidade, na minha visão, é para aqueles que apreciam a riqueza de estarem em relacionamentos de amor e apoio. Estar em um relacionamento pra mim significa oferecer um ao outro apoio incondicional – um ombro e um ouvido compassivo em crises, animando as esperanças e sonhos uns dos outros e compartilhando desapontamentos. Essa confiabilidade foi o que sempre me ajudou a construir e aprofundar a intimidade nas minhas relações.

Continue Reading

Duas paixões

indecisão, dois amores

[VOCÊ PODE LER ESTE TEXTO AO SOM DE BOKALOKA – DUAS PAIXÕES]

Quem é da década de 90 e ouvia pagode deve se lembrar daquele grupo chamado BokaLoka, nunca a música “Duas paixões” fez tanto sentido. Depois de uma separação não me via mais naquela fase pegadora, reencontrei um amor antigo desses que te atingem implacavelmente toda vez aparece. Como já disse outras vezes, eu que nunca tive amores mal resolvidos me vi novamente naquele emaranhado de sentimentos que ele me despertava. A história que não foi vivida, deve ser por isso, esse efeito que sempre causou em mim. Mas pela enésima vez brigamos, nos distanciamos e nesse meio tempo conheci outra pessoa que despertou em mim novos tipos de sentimentos.

Continue Reading