Veterinário explica quais os cuidados necessários com os cães idosos

Cachorro idoso

Assim como nós humanos, os nossos cãezinhos também demonstram alguns sinais de que já estão entrando na fase idosa. Nesse novo cenário, é essencial que os cuidados sejam redobrados.

Os cães mais velhos ainda têm muito amor para dar – e eles ainda podem ter muita personalidade mesmo não tendo tanta energia como em seus anos mais novos.

Segundo o médico veterinário e fundador da Petlove, Márcio Waldman, geralmente os bichos chegam à terceira idade por volta dos oito anos, mas esta faixa etária é apenas uma estimativa, pois cada animal apresenta as suas particularidades. “Cachorros de grande porte, por exemplo, usualmente adentram nesse estágio antes daqueles que possuem um tamanho menor, mas existem exceções”, completa o especialista.Na velhice, os pets podem ter dificuldade de audição, diminuição do campo de visão e cansaço mais frequente. As principais doenças decorrentes da idade são as cardíacas, as renais e as artroses.  Por isso, as visitas regulares ao veterinário são importantes, pois somente um especialista conseguirá realizar um diagnóstico completo sobre as reais condições do animal e indicar os cuidados ou tratamentos necessários.

Certifique-se de informar todas as mudanças que você vê para o veterinário do seu cão. Não assuma que ele está “apenas ficando velho” e nada pode ser feito para ajudá-lo. Muitas mudanças no comportamento podem ser sinais de distúrbios médicos tratáveis, e há uma variedade de terapias que podem confortar seu bichinho e gerenciar seus sintomas, incluindo qualquer dor que ele possa estar experimentando.

“Pets idosos precisam de uma alimentação específica. Para atender esta demanda, existem rações sêniors, que contêm menos calorias e carboidratos e se adaptam perfeitamente ao novo estilo de vida do animal. Além disso, é aconselhável respeitar os limites do pet para que certas patologias não sejam agravadas. E, caso note algo de diferente no comportamento do seu bichinho, consulte sempre um especialista”, finaliza Waldman.

À medida que envelhecem, nossos cães necessitam de nosso cuidado e atenção ainda mais. Cabe a nós monitorar sua saúde e tomar medidas para manter nossos animais de estimação tão saudáveis ​​e felizes quanto possível em seus anos de idade.

Você também pode gostar desses posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *